Home » Irlanda » St. Patrick’s day – O dia em que todo mundo vira irlandês

St. Patrick’s day – O dia em que todo mundo vira irlandês

E o verde vai tomando conta
E o verde vai tomando conta

Nós temos nosso carnaval em que muitos aproveitam para cair na folia, outros nem tanto, mas é um marco para os brasileiros, seja pelo feriado ou pela festa. Na Irlanda também tem uma festa que é esperada e comemorada em muitos lugares do mundo. É o dia do padroeiro da Ilha Esmeralda, São Patrício, em 17 de março.

Desfile
Desfile

A relação com o carnaval, não é lá muito certa, pois são festas diferentes, claro. Mas se falarmos com relação a empolgação do pessoal, dá para dar uma ideia do que é. Mas vamos falar do dono da festa né?! Ano passado, nessa mesma época no curso de inglês, tínhamos que propor uma apresentação. A minha foi exatamente sobre St. Patrick o que me fez aprender um pouco sobre ele, além de conhecer a história que só um irish conta.

DSCN2960Os motivos dele ser padroeiro da Irlanda, são vááários, inclusive e o que eu mais gosto, é que ele expulsou todos as cobras da ilha usando seu cajado (não, nós não sabemos da existência de cobras e outros bichinhos asquerosos por lá… e eu vivia muito bem com isso hehe). Tudo bem, essa história não faz muito sentido (apesar de não existir cobra na Irlanda), mas temos outra. A versão mais aceitável é, pelo que se sabe, ele era do Reino Unido, foi sequestrado e levado para Irlanda, onde virou um pastor de ovelhas. Pelo que dizem, ele começou a ter visões divinas até que conseguiu escapar e foi estudar em um monastério, lá descobriu sua vocação em converter fiéis.

DSCN2981Depois disso ele voltou à Irlanda, onde a crença cristã era pouco difundida. Eles acreditavam nas forças da natureza (até hoje muita gente lá acredita nessas forças até mesmo pela influência Celta- que é linda) e tinham o trevo de três folhas como um de seus símbolos. O que nosso ‘truta’ Paddy fez? Ele pegou um trevo e disse “Você está vendo este trevo que você usa como símbolo? Ele é a Santa Trindade..Pai, Filho e Espírito Santo..logo você crê em Cristo também” (sacada do século). E assim ele foi convertendo e convencendo os irlandeses a aderir o cristianismo. Meu professor acredita que ele era um charlatão (um dos muitos que viriam né), usando a religião para lucrar, pois a partir daí muito dinheiro foi investido para construção de igrejas e claro o poder. Quem mora em Dublin sabe o que a quantidade de pubs e igrejas estão pau a pau hehe..

Todas as idades! Vem que tem!!!
Todas as idades! Vem que tem!!!

Indiferente a quem foi St. Patrick, ele se tornou o padroeiro e dia 17 de março (dia de sua morte) o país inteiro comemora, com o que? Com muita cerveja boa! Em Dublin é uma das épocas que mais se recebe turistas, porque como diria meu professor nesse dia Everybody is irish…Principalmente os novaiorquinos, que comemoram a festa com tanta empolgação quanto os irlandeses. Mas também pudera muitoooos americanos tem descendência irlandesa. Pintam tudo de verde, maquiagem, roupa, cabelo e até os rios às vezes.

E a festa continua..Onde? No Temple Bar
E a festa continua..Onde? No Temple Bar

Bom, em Dublin a festa dura a semana toda nos pubs, mas o dia de comemoração mesmo é o dia 17, onde tem o desfile que passa pela Catredral St. Patrick e quando acaba o aglomerado de pessoas verdinhas andam pelas ruas do Temple Bar. E se chover? Você continua lá..bebendo sua cervejinha e aproveitando à sua maneira ou vai para um dos “poucos” pubs que existem por ali.

Quem estiver por perto e quiser conferir a festa… vale a pena! Para quem vai programar uma viagem para Europa nessa época do ano #ficadica!

Sentimos tanta falta que para celebrar o Paddy’s Day, fizemos nossos chapéus de decoração do apartamento =).

Então é isso..até o próximo destino!

Um típico dia irlandês...chuva!!
Um típico dia irlandês…chuva!!

Sobre Juciara Nepomuceno

Juciara Nepomuceno
Engenheira de Computação por formação, especialista em Qualidade de Software por profissão e uma eterna exploradora por opção. Desde cedo um tanto nômade, mas há um tempinho em Floripa. Duas grandes paixões: viagens e botas de trilha! Prefiro conhecer lugares inusitados aos velhos pontos turísticos.

Veja também

Glasgow

Escócia – roteiro de 2 dias em Glasgow

A maior cidade da Escócia, inclusive já ouvi a comparação que seria a São Paulo escocesa (achei …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *