Home » Peru » Cusco – conhecendo o centro histórico dessa cidade encantadora

Cusco – conhecendo o centro histórico dessa cidade encantadora

Neste post vamos falar sobre a cidade que é o berço  da civilização Inca, a cidade onde  o império Inca começou a ser formado e de onde se iniciaram os quatro caminhos Incas, Cusco.

A primeira impressão que tivemos de Cusco, saindo da rodoviária, com certeza foi de que Cusco era uma cidade como todas as outras economicamente pouco desenvolvidas da América do Sul, mas essa impressão foi mudando com o passar dos dias e hoje tenho a certeza de dizer que Cusco (arrisco até a estender ao Peru como um todo) é uma cidade que, apesar de toda a dificuldade econômica que passou como a grande maioria dos países da América do Sul, consegue ser atrativa a todos os visitantes. É uma cidade bonita, limpa e a população vê e trata os turistas muito bem para que eles possam voltar e não apenas tentam explorá-los de todas as maneiras possíveis. Por isso temos muita vontade de voltar para conhecer outras cidades e recomendamos fortemente a quem não conhece ainda que não deixe de visitar.

Praça de Armas no centro histórico de Cusco
Praça de Armas no centro histórico de Cusco

Quando chegamos em Cusco fomos direto para o nosso hostel, o famoso Loki. O lugar é bem legal, era um presídio e foi “reformado” e transformado em um hostel, é grande, fica a poucos metros da Praça das Armas, porém nesses poucos metros tem uma ladeira tensa, prepare as pernas e o fôlego porque subir e descer é inevitável, e é pior ainda depois de alguns piscos a 2300m de altitude. Ficamos 2 dias no Loki antes de seguirmos para a trilha Inca e na volta escolhemos ficar em um hotel pois queríamos descansar em um quarto só para nós, acabamos ficando em um hotel bem simples que saiu o mesmo valor do Loki. Valeu a pena pela tranquilidade.

Agora falando do centro histórico de Cusco, para facilitar a visualização abaixo tem um mapa de alguns pontos e mais abaixo vamos falar de alguns pontos que acreditamos ser bom de se visitar.

Mapa do centro histórico de Cusco e alguns pontos que visitamos
Mapa do centro histórico de Cusco e alguns pontos que visitamos

O que fizemos:

Igreja construída sobre os escombros do Temple do Sol
Igreja construída sobre os escombros do Temple do Sol

Templo do Sol: (Qorikancha) Construído pelo imperador inca Pachacuti é uma grande obra feita pelos incas com pedras polidas e perfeitamente encaixadas. O local de oferendas e rituais ao Deus Sol foi destruído pelos conquistadores espanhóis e como maneira de impor sua religião, os invasores construíram uma igreja sobre o que sobrou do templo. A construção só foi descoberta depois de um grande terremoto em 1950 onde destruiu parte da construção dos padres espanhóis e mostrou o templo.

Catedral de Cusco
Catedral de Cusco

Catedral de Cusco: (Basílica Catedral da Assunção da Virgem) Principal igreja da arquidiocese católica em Cusco. Demorou 100 anos para ser construída e seu ponto foi estrategicamente escolhido como a grande maioria das igrejas católicas construídas pelos conquistadores, sobre um templo Inca, Kiswarkancha, com o objetivo de converter a população local. Ao lado da grande catedral encontra-se outras duas igrejas, a primeira igreja cristã construída em Cusco, Iglesia del Triunfo e outra um pouco maior Iglesia La Compañia del Jesús. 

plaza-del-armas-Cusco-DestinoAlgum
Praça de Armas e suas igrejas ao fundo
Museu da história Inca
Museu da história Inca

Plaza de Armas: (Aucaypata ou Huacaypata) Um ponto central de Cusco, nas proximidades desta praça é possível encontrar tudo que necessita, ao redor da praça existem diversos ATM’s, lojas de equipamento para trilha (para quem for fazer a trilha Inca) restaurantes, Starbucks para aqueles que não fica sem um café ou sem a wifi, McDonald’s, além da própria praça ser um ponto turístico, outros pontos turísticos estão bem próximos, como a Catedral de Cusco e o Museu dos Incas. Na época  que fomos (setembro/2014) estavam escavando uma das ruas pois descobriram fundações da época Incaica, isso mostra o quando o Império Inca ainda pode ter relíquias que se perderam no tempo. Bom mas o que tem nessa praça? Durante o Império Inca essa praça era considerada o centro de todo o Império Inca de onde partiam os quatro caminhos Incas, foi onde os conquistadores espanhóis declaram a conquista de Cusco e construíram as igrejas La Compania e a Catedral del Cusco.  Também durante a colonização espanhola foi onde o líder Tupac Amaru foi mantido preso e posteriormente executado com toda sua família. Nos dias de hoje a praça é o ponto de encontros, comemorações e manifestações, sempre cheia de turistas.

Museu Inca: Localizado a poucos metros da Praça de Armas o museu é um casarão onde é possível encontrar muitas replicas e cenários de como era durante o período Inca, como os Incas se pareciam, se vestiam, como era o armamento que utilizaram contra as armas dos espanhóis e muitas outras descobertas sobre sua incrível engenharia na construção, agricultura e diversas outras áreas. Acredito que todos nossos antepassados tiveram idéias brilhantes mas conhecendo mais sobre esses pequenos seres é difícil hoje em dia imaginar como fizeram tanta coisa, a idéia de eram seres de outro planeta não deixa de fazer sentido à medida que nos aprofundamos mais no conhecimento da cultura Inca… kkkk (ainda acredito que eram seres superiores mas não tanto).

Mercado de San Pedro, onde pode ser encontrado de tudo, de tudo mesmo.
Mercado de San Pedro, onde pode ser encontrado de tudo, de tudo mesmo.


Mercado San Pedro:
Como todo mercado é onde se encontra de tudo: lembrancinhas, comida, artesanato, carnes, verduras, artigos de decoração, objetos místicos e muita gente. Vale a pena dar uma passada entre as bancas, sempre se encontra algo interessante e o preço é um pouco abaixo dos produtos encontrados no centrão.

 

Vale sagrado: O vale sagrado é uma região aos redores de Cusco que concentra um grande número de sítios arqueológicos de santuários, palácios, fortalezas etc. Localizada no vale do rio Urubamba misturando vales e montanhas recortados com terraços Inca. Sobre o vale Sagrado pode ler nosso outro post que conta em detalhes aqui.

Machu Picchu
Machu Picchu

Machu Picchu: (Machu Pikchu): Há muito o que falar sobre a cidade sagrada de Machu Picchu e Huayna Picchu portanto escreveremos um post só sobre ela em breve.

Trilha Inca: Uma das maneiras de se chegar a cidade sagrada de Machu Picchu é através da autêntica trilha inca, fizemos essa trilha e nosso relato sobre os 4 dias pode ser lido aqui.

Entranda do Museu do Pisco
Entranda do Museu do Pisco


Museu del Pisco:
Agora vamos falar das bebidas e comidas. Começando pelo melhor museu que já visitei, na minha opinião. Trata-se de um bar onde pode ser encontrado todos os tipos de pisco. Pisco é uma bebida alcoólica  típica da região, não sei dizer de onde é originária, mas é muito boa. Podemos dizer que é semelhante a nossa cachaça, mas é feito de milho e seu gosto é muito suave. Neste museu são servidos diversos drinks todos a base de pisco, o mais conhecido é o Pisco Suor, se eu dizer os ingredientes vão achar que é horrível, mas não, é muito gostoso e se assemelha com nossa caipirinha, se tiverem a oportunidade não deixe de provar.

The Highest 100% Irish Owned Pub
The Highest 100% Irish Owned Pub

Paddy’s Pub: Ao lado da Praça de Armas é um ótimo lugar para tomar uma cervejinha, na verdade é o mais alto Irish Pub está no livro dos recodes e tudo. Nós temos uma grande necessidade de visitar os Irish Pub das cidades que passamos e em cada um podemos nos sentir por alguns minutos na Irlanda novamente. Além de tudo o lugar possuiu diversos tipos de cerveja, um ambiente confortável e aconchegante e também tem um cardápio bastante variado e gostoso.

A melhor pizza com molho de alho e pão de Cusco.
A melhor pizza com molho de alho e pão de Cusco.

La Bodega 138: Uma discreto e aconchegante restaurante bem próximo ao Museu del Pisco. La Bodega tem uma variedade grande de massas e pizzas, além de vinhos (é claro) e cervejas. Nós gostamos muito de experimentar cervejas artesanais e foi lá que pudemos conhecer um pouco das que são produzidas na região. A pizza é uma delícia, vem acompanhada de um pãozinho e um molho de alho que não dá para resistir. A pizza é tão boa que jantamos lá duas vezes, durante nossa estadia em Cusco. Nossa sugestão? Conhecer o Museo del Pisco e depois dar uma esticadinha até a La Bodega. Em Cusco, comer é uma coisa que com toda certeza não é sacrifício nenhum.

Esperamos que essas dicas sejam uteis e que explorem o máximo que puderem dessa cidade que nos conquistou.

Sobre Leonardo Pache

Um cara que um dia eu teve um sonho, sair de casa! e depois outro sonho, morar no exterior, viver outra realidade, cultura e costumes, Viver!! Hoje tenho outro sonho, não parar de sonhar. Sou Engenheiro de Computação, trabalho com o desenvolvimento de sistemas, gosto do que faço e me considero bem profissionalmente. Depois de um ano sabático onde realizei um dos meus sonhos comecei a pegar gosto pelas trips, vivenciar o planejamento, traçar as rotas e até a execução do roteiro. Além de viajar fico muito feliz fazendo grandes trilhas, superando limites, me movimentando e sempre vivendo de momentos especiais.

Veja também

Girona - a Muralha

O que fazer em Girona? um bate e volta medieval pertinho de Barcelona

Para que gosta de se sentir imerso em história e adora aquele tipo de arquitetura …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *