Home » Peru » Machu Picchu » Planejando Machu Picchu

Planejando Machu Picchu

 

Foto: http://www.peru-machu-picchu.com/
Foto: http://www.peru-machu-picchu.com/

Já postamos no nosso Instagram sobre uma viagem que faremos em breve. Nosso destino final é a cidade Inca mais famosa do mundo e a queridinha de qualquer mochileiro: Machu Picchu.

Ok, nem fizemos a viagem ainda, então para que o post? Nós queremos dividir com vocês uma experiência que já tivemos quando fizemos o Caminho de Santiago, os imprevistos de viagem.Vamos deixar aqui nosso planejamento e na volta iremos dizer o que deu certo e o que não deu.

Todo planejamento tem um ponto de partida, que normalmente são os lugares que você quer visitar ou, como no nosso caso o seu destino final. Dai por diante você vai calcular dias, valores, hospedagens e como ir. E aí começa a pesquisa! Nós geralmente abrimos uma planilha e vamos rascunhando o roteiro (não se iluda, o roteiro nem sempre condiz com a realidade). Mas vamos lá…

Itinerário? Nossa viagem começa em Floripa =) saindo de casa e depois:

  • Campo Grande – MS
  • Corumbá – MS
  • Porto Quijaro – Bol
  • Santa Cruz de La Sierra – Bol
  • La Paz – Bol
  • Tiwanaku – Bol
  • Copacabana – Bol
  • Isla del Sol – Bol
  • Cusco – Peru
  • Machu Picchu – Peru
  • Rio Branco
  • Floripa

Fizemos mais ou menos uma estimativa de tempo de translado e tempo para conhecer os lugares que vamos ficar. Imprevistos  podem acontecer, por isso é bom deixar uma folguinha para o caso. Nós temos uns 3 dias que podem ser queimados caso algo de aconteça.

Como iremos? Todo mundo sabe que o mochileiro economiza, que o negócio é conhecer lugares novos e tentar gastar só o necessário. Por isso tem uma rota que é muito comum para chegar a Machu Picchu, via o famoso Trem da Morte, saindo da Bolívia. Nós num primeiro momento pensamos em ir de avião para Cusco, mas teremos tempo, queremos gastar pouco e principalmente, sentir essa experiência sem frescura. Como nossas famílias moram em Campo Grande – MS, iremos para lá, depois para Corumbá e de lá atravessaremos para Bolívia onde pegaremos o trem de Porto Quijaro  até  Santa Cruz de La Sierra. Ah, não se assustem com o nome do trem, são só histórias. Na verdade é o Expresso Oriental, as tarifas são por volta de 40,00 R$ e a viagem dura mais ou menos 19h. O resto do trecho iremos fazer de ônibus e vamos fazer algumas paradas (La Paz, Copacabana, Isla del Sol e Cusco). Ufa.. Via Sacra. E para voltar, sairemos de Cusco rumo a Rio Branco – AC by bus. E de lá voltaremos para Floripa. É uma longa jornada de 20 dias.

Machu Picchu? Nós escolhemos chegar à cidade “perdida” a pé. Sim, faremos a trilha Inca. Serão 5 dias (sussa comparado aos 28). Após decidir fazer a trilha, começamos a pesquisar sobre as agencias. Muita gente prefere fechar com agencia aqui do Brasil por ser mais confiável. Porém, nós preferimos uma agencia local, já que de qualquer forma a agencia daqui só iria terceirizar o pacote. Por isso achamos melhor negociar direto com o pessoal de lá. E vimos isso com bastante antecedência, pois tem uma quantidade máxima de pessoas na trilha por dia (500), para visitação (2500) e se você decidir subir a Huayna Picchu é melhor ver bem antes, pois são só 400 por dia. No final das contas nós fechamos com Quorianka Tours (com a Mariela) – 400$ por pessoa para fazer a trilha (comida, camping e ingresso a Machu Picchu inclusos) e mais 60$ para subir a Huayba Picchu. Se tiver um grupo, eles negociam um valor menor.

Hospedagem? Escolhemos hostels. Motivo? Preço, curta estadia em cada lugar e possibilidade de conhecer gente de vários lugares. Particularmente, eu acho que se você viaja sozinho, hostel é uma ótima oportunidade de fazer amizade e conhecer culturas novas. Não precisa ter medo, só ser cauteloso. Perigo tem em qualquer lugar do mundo. E não fizemos reservas, até porque mal sabemos se o planejamento das datas darão certo.

Mochila? Sempre um problema? Não. Mas tem que ter bom senso. Será uma viagem de 20 dias, em que teremos que carregar a bichinha pra cima e pra baixo e ainda fazer uma trilha (detalhe da altitude) de 5 dias. Já apanhamos uma vez em carregar o desnecessário, deu pra aprender a lição né. Então fizemos uma lista dos equipamentos e roupas. As roupas devem ser coringas, dando pra usar durante a viagem e durante a trilha. E muita coisa vai da preferencia de cada um, eu por exemplo não sou muito chegada em calça de trilha, prefiro legging. Mas você precisa lembrar que a mochila pesa e com toda certeza vai querer comprar os souvenirs da viagem, então pra que abarrotar de roupa?

Documentos? Um documento oficial com foto e válido (tem muita gente com RG vencido, cuidado). Nós vamos levar o passaporte. E a vacina de febre amarela, pelos menos 10 dias antes do embarque. Não precisa de visto.

No mais? No mais é boa vontade. Pesquisar sobre o lugar que você vai é sempre bom. Hoje em dia os blogs de viagem tem uma imensidão de dicas. Nós mesmos lemos um punhado e vou citar logo alguns. Cabeça aberta, nem sempre tudo o que planejamos dá certo e muitas vezes a graça é essa. E uma viagem com essa que estamos planejando é de frescura zero, é pra conhecer culturas diferentes, viver experiências e se abrir. Algumas noites mal dormidas não podem acabar com uma experiência que pode ser um marco na sua vida.

Para quem quiser dar uma olhadinha no nosso roteiro, aqui está a nossa planilha: Trip MachuPicchu é só baixar.

Nela nós colocamos os itens da mochila, o roteiro, dicas uteis, valores, o pacote da trilha detalhado. Dá pra ter uma ideia boa! E claro, na volta vamos contar o que não deu certo =)

E como eu disse antes, não tem como deixar de mensionar alguns blogs que nos ajudaram:

Ei Mãe Tô Vivo : http://eimaetovivo.com.br/

Seu Mochilão: http://www.seumochilao.com.br/

MachuPicchu.com.br: http://machupicchu.com.br/df/dfmp.html

Andarilhos no Mundo: http://andarilhosdomundo.com.br/

Trekking Brasil: http://www.trekkingbrasil.com/

Mochileiros: http://www.mochileiros.com/

É isso pessoal! Não vou me estender muito nesse post porque logo logo teremos altas histórias sobre isso. Espero que esse post  desperte em vocês a vontade de conhecer a nossa América do Sul, seja de maneira mais simples ou mais requintada, o importante é ir!

 E para quem já foi… Fique à vontade para comentar nosso planejamento também. Todas as dicas são bem vindas!

Sobre Juciara Nepomuceno

Juciara Nepomuceno
Engenheira de Computação por formação, especialista em Qualidade de Software por profissão e uma eterna exploradora por opção. Desde cedo um tanto nômade, mas há um tempinho em Floripa. Duas grandes paixões: viagens e botas de trilha! Prefiro conhecer lugares inusitados aos velhos pontos turísticos.

Veja também

Girona - a Muralha

O que fazer em Girona? um bate e volta medieval pertinho de Barcelona

Para que gosta de se sentir imerso em história e adora aquele tipo de arquitetura …

8 Comentários

  1. Muito legal toda a programação e dicas! Quero fazer este roteiro no ano que vem e já estou me articulando. Só algumas dúvidas: o valor da trilha Inca por pessoa é 400 Dólares ou Reais e foi tranquilo a reserva e o serviço prestado? As viagens de ônibus dentro da Bolívia e Peru são tranquilas, para comprar as passagens com poucos dias de antecedência e o valor destas?
    Desde já agradeço!!!!!!!

    • admin

      Oi Tiago!

      Que bom que gostou 🙂
      Bom, nós ainda não colocamos nosso planejamento em execução. Sairemos em 3 semanas para a aventura hehe. Assim que voltarmos, contaremos tudo e com todos os valores. O que podemos adiantar é o valor da trilha, esses 400,00 é em dólar mesmo. Foi tranquilo negociar, mas contaremos como foi com detalhes em breve.. Acompanhe a gente =)

      Abração!

  2. Olá, estou pesquisando sobre as roupas que vou levar pra trilha, todo mundo me indica as calças pra trekking, mas prefiro leggings. Vc usou leggings pra caminhada?

    • DestinoAlgum

      Oi Elisa,

      Bom, o Léo prefere calças de trekking. Para homem acredito que seja a melhor pedida mesmo. Já eu, prefiro calças elásticas (bailarina e legging), por já estar mais habituada, me sinto mais confortável. Contudo, para a viagem agora para Machu Picchu estou levando uma calça de trekking, uma bailarina e uma legging. As calças de trekking normalmente secam mais rápido se você se molhar ou precisar lavar, por isso pelo menos uma é sempre bom ter.

      []’s

      Juciara

  3. Boa noite Juciara, eu como peruano gostei muito das suas dicas, voce deveria percorrer todo o nosso país e eu se que vai se agradar mais e ate talvez nao vai quer voltar rsrsrsrsrs.
    Bom Juciara eu sou formado em ciencias administrativas e turismo na universidade de Cusco, e já teve essa sorte de morar em Sao Paulo e agora que voltei para o Peru montamos aqui no Peru a nossa operadora de turismo chamada Viagens Machu Picchu, Operadora única e exclusivamente para os brasileiro que desejem conhecer Machu Picchu e Peru.
    Nos da Viagens Machu Picchu sempre estamos dispostos a ajudar a qualquer pessoa sem compromisso de compra e simplesmente queremos que tudos venham e curtam a nossas paisagens.
    Att: Juvenal Rondan

  4. Juciara…Adorei seu relato!

    Parabens pelo blog.

    Recentemente estive em Machu Picchu é um dos lugares mais incríveis que conheci, na minha opinião pessoal vale a pena subir a Waynapicchu e para aqueles que são amantes de aventura, não pode deixar de fazer uma das trilhas que leva até lá !

    Um abraço!

  5. Olá amigos . Também sou peruano e gostaria de contribuir com algo para este blog. É verdade que Machu Picchu é um belo destino turístico, assim passo algumas dicas importantes:

    – Quando ir: Novembro – Março: Estação chuvosa

    – Julho – Setembro: Alta Temporada.

    – Como chegar: Via Rail – Trilha Inca – Rotas Alternas.

    – Horário de visitas: das 06:00 às 16:00 horas, o horario de saída é as 17:00 , com uma capacidade de 2.500 visitantes por dia.

    – Tickets para entrada em Machu Picchu:

    *Machu Picchu

    *Machu Picchu Mais Museus

    *Machu Picchu + Huayna

    *Machu Picchu + Montanha MP

    – Huayna Picchu: O limite máximo por dia é 400 pessoas, 200 pessoas por turno, você pode escolher dois horários diferentes, 07h00-08h00 e 10h00-11h00 .

    Esperemos que ajude alguém.

    Abração!..Paulo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *