Home » Chile » Atacama » Atacama – Geiseres Del Tatio – um passeio surpreendente

Atacama – Geiseres Del Tatio – um passeio surpreendente

Há aproximadamente 90km ao norte de San Pedro e mais 4mil metros de altitude (2mil em relação à San Pedro) encontra-se um dos mais lindos passeios no Deserto do Atacama, os Geiseres del Tatio. Um campo geotérmico aos pés do vulcão El Tatio, que cede seu nome ao lugar.

Geiser Del Tatio
Geiser Del Tatio

Tudo começa às 5h da manhã, quando as agências começam a passar para pegar o grupo, sempre onde a pessoa estiver acomodada. Mesmo em San Pedro, a esta hora a temperatura é bem baixa, esteja bem agasalhado. Com o grupo completo, pegamos estrada e nem se preocupe com fotos neste momento, o sol demora para dar as caras. A estrada tem várias curvas, mas na ida não percebemos tanto.

geiser-del-tatio-destino-algum-2

Ao chegar no campo de gêiseres é que a aventura começa. Ainda escuro e num frio gigante, a sensação térmica fora do ônibus era de -3ºC. Então quando eles alertarem “levem roupas térmicas”, não é brincadeira. Mas tudo melhora quando o café da manhã é servido, fora do ônibus, claro. Leite, café, chá, tudo que seja quente já ajuda e muito. E durante o café… o nascer do sol por trás das montanhas e o vapor saindo pelas crateras no chão, é simplesmente mágico e o frio dá lugar à animação. Nós caminhamos por todo o campo geotérmico, conhecendo os gêiseres (grandes e pequenos), um pouco sobre a região e sobre como esse fenômeno acontece. Por segurança, deve-se sempre caminhar somente pelas áreas demarcadas, mesmo que as crateras pareçam pequenas e inofensivas.

Terminado o tour pelo campo, hora de ir à piscina termal bem próxima dali. Piscina termal? Naquele frio? Até levamos roupas de banho, mas com aquele frio? Sem chances de cair naquela água e depois pegar aquela “brisa”. Nosso grupo todo concordou que passaríamos a experiência e nosso guia prometeu trocar o tempo do banho por outra atração (surpresa). Passeamos por ali, conhecemos um outro gêiser próximo à piscina, grande e bastante ativo. Algumas fotos depois, pegamos a estrada para o retorno.

Piscina de 40ºC e 0% de vontade
Piscina de 40ºC e 0% de vontade

Mas antes do destino final, algumas paradas. Primeiro o Vado de Putana, uma região linda, atrativa para uma diversidade gigante de animais, entre eles vicuñas e flamingos. Passamos um tempo observando e fotografando uma das paisagens mais bonitas que vimos no Atacama. Foi sensacional!

Vado Putana
Vado Putana

Partimos então para nossa próximas parada, Pueblo Machuca. Um povoado (pelo que o guia disse, formado por 3 famílias) “perdido” no meio do nada. Uma rua, algumas casinhas e uma igreja lá no alto, é no mínimo intrigante. Eles vivem do turismo, dessas paradas que os grupos fazem. Lá eles vendem espetinho de llama (que diga-se de passagem é muito bom) e um pastel de queijo, além de bebidas. Tem artesanato e até música. É um lugar, sem dúvidas, interessante.

Pueblo Machuca
Pueblo Machuca

E a ultima parada antes de San Pedro foi para observar de cima o Vale Guatín, nossa parada surpresa. Uma extensa fenda, com paredões rochosos muito procurado pela galera que escala. Nós passamos por esse lugar duas vezes, mas ainda não havíamos visto o quão grandioso era aquele lugar. Foi o final que precisávamos para eleger este dia como o mais bonito da nossa visita ao Atacama, fechando o passeio com chave de ouro. Depois disso, voltamos à San Pedro, chegando lá por volta das 14h.

Guatín
Guatín

Informações Úteis:

  • Saída: por volta das 5h da manhã
  • Retorno: maios ou menos às 13h em San Pedro
  • Agência: Terra Extreme (dependendo da quantidade de passeios, essa agência dá um desconto atrativo)
  • Valor da Entrada: 5.000 pesos
  • Valor do Passeio: 20.000 pesos – inclui café da manhã
  • O que levar: Vá muito bem agasalhado (gorro, lenço, fleece, corta vento, calça térmica, botas)/Ande sempre com água também.

Importante: Vi muitos relatos alertando sobre o “mal de altitude”. Bom, nós não sentimos nada, mas também não nos sentimos mal em nenhuma viagem como em La Paz ou na Trilha Inca. Ou seja, cuidado é sempre bom, nunca se sabe como o seu corpo vai reagir à essas mudanças.

geiser-del-tatio-destino-algum-9

Sobre Juciara Nepomuceno

Juciara Nepomuceno
Engenheira de Computação por formação, especialista em Qualidade de Software por profissão e uma eterna exploradora por opção. Desde cedo um tanto nômade, mas há um tempinho em Floripa. Duas grandes paixões: viagens e botas de trilha! Prefiro conhecer lugares inusitados aos velhos pontos turísticos.

Veja também

Viajar barato – dicas de como economizar na Europa

Quem não gosta de viajar? Economizar viajando então, nem se fala! Você pode ser  desde …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *